PAULO FLORES: “O PRODÍGIO FAZ-ME LEMBRAR COMO EU ERA”

a união de ideias dePaulo Flores e Prodígio nasce o projecto “Esperança”, que gera agora a primeira demonstração de talento: o single “Nzambi”. Faz parte do álbum a sair em Maio, testemunho de duas gerações que sabem falar juntas. E têm muito para dizer.                 
Quando surgiu a ideia desta parceria com o Prodígio?
Já tínhamos gravado o tema “Rádio”, no disco do Prodígio, foi a primeira vez que veio falar comigo. Depois chamei-o e gravou comigo “Semba da Bênção e da Consolação”, no meu disco “Kandongueiro Voador”. E agora este single, que faz parte do álbum que vamos lançar, em princípio no mês de Maio. É o primeiro do disco “A Benção e a Maldição”, uma fusão de esperança entre mim e o Prodígio.

Que fusão é essa?
É um projecto que criámos os dois. Chama-se “Esperança” e começou quando gravámos o “Semba da Bênção e da Consolação”. Na verdade, até começou antes. Mas quando gravámos houve uma coisa mais profunda, que foi falar dos nossos pais. O Prodígio nem se sentia muito confortável para o fazer. Depois disso, ele é que veio à minha procura, quase como se fosse uma terapia conjunta que fomos fazendo. Ele disse “cota vamos fazer mais uma coisa ou outra” e, de repente, surgiu-nos uma ideia e depois outra e fomos para o estúdio.

E o que aconteceu?
Em dois dias gravámos cinco ou seis músicas. Paralelamente também criámos o canal Esperança, que vai ser uma plataforma para pôr trabalhos de outros artistas, que a gente considere alternativos e com qualidade ou conteúdo interessante. O “Nzambi” é o primeiro single de todo esse trabalho, no fundo é o nosso testemunho de duas gerações juntas, a falar de uma forma profunda, crua, sem pensar em aplausos ou nada que tenha haver com artifícios. Foi algo que nos saiu mesmo do fundo, de lá de dentro e que temos muito orgulho em começar a mostrar agora às pessoas.

Este álbum tem parcerias de outros artistas?
É um projecto só nosso, não fazia sentido convidar assim mais alguém. Temos artistas que tocaram para nós nas músicas, mas a cantar somos só os dois. E tenho a minha filha que canta uma parte comigo.

O que significa “Nzambi”?
Significa Deus em quimbundo. Este primeiro tema “Nzambi” vem questionar aquele que para muitos de nós é o Criador, sobre algumas questões pertinentes. Por que poucos têm tanto e muitos tão pouco? Porquê tanta desigualdade, tanta indiferença? Numa fase em que todos procuramos algum tipo de resposta para fazer frente aos desafios destes novos tempos, será que estava tudo escrito? Será que depende de nós ou será que devíamos depositar todas as esperanças na nossa fé cada vez mais debilitada, na vida, na condição humana, na esperança de um melhor amanhã.

Onde foi filmado o vídeo clip?
Este é o primeiro de três videoclips que gravámos em Angola, em Dezembro, durante dois dias.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.