Morte de chinês suspeito de Coronavirus não passou de falso alarme

A noticia sobre a morte de um cidadão chinês, internado na clínica Girassol, em Luanda, com suspeita de coronavírus, não passou de falso alarme informou, nesta quinta-feira, o inspector geral da Saúde, Miguel de Oliveira, em conferência de imprensa realizada no princípio da tarde desta quinta-feira, em Luanda.

Miguel de Oliveira, desmentiu informações postas a circular nas redes sociais, que davam conta da morte de um cidadã chinês, internado na clínica Girassol, suspeito de ter contraído Coronavirus.
Miguel Oliveira garantiu aos Jornalistas, que o cidadão asiático está em boa fase de recuperação. O inspector avançou ainda, que nesta que desde as primeiras horas desta quinta-feira que o cidadão chinês encontra-se sem sintomas, o que de princípio, segundo fez saber, mostra sinal de recuperação.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.