Conflito político cancela jogo entre Israel e Argentina

O jogo particular entre Argentina e Israel, marcado para o próximo sábado, em Jerusalém, foi cancelado devido ao conflito político vivido no país do Médio Oriente com o povo palestiniano.
Após análise por parte da Associação do Futebol Argentino (AFA) a pedidos expressos da Palestina, o organismo sul-americano decidiu não prosseguir com a realização do encontro.
O seleccionador da Argentina, Jorge Sampaoli, procura agora um último adversário para um jogo de preparação em Barcelona, antes da viagem para a Rússia, nação anfitriã do Mundial 2018.
“Este jogo é como se nós celebrássemos o aniversário da ocupação de Malvinas”, comparou Husni Abdel Wahed, embaixador palestiniano na Argentina, utilizando a ilha disputada entre Reino Unido e Argentina ao longo da História como analogia.
Também o presidente da Associação de Futebol da Palestina, Yibril Rajub, enviara uma carta ao homólogo argentino, Carlos Tapia, condenando o jogo e considerando-o uma ocupação inválida a Jerusalém Este.
Um grupo de 20 crianças palestinianas também escreveu a Leonel Messi para que não jogasse.  Durante os protestos foram queimadas bandeiras da Argentina.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.