MORREU O ADOLESCENTE QUE TINHA UM TUMOR FACIAL DO TAMANHO DE UMA BOLA DE BASQUETEBOL

 Emanuel Zayas, o adolescente cubano de 14 anos que tinha um tumor de 4,5 quilogramas no rosto, morreu na sexta-feira, uma semana depois da cirurgia que lhe pretendia salvar a vida, informou um dos médicos que o operaram em comunicado.



Emanuel Zayas foi levado para os Estados Unidos pelos pais para fazer uma cirurgia complexa que lhe removeria do rosto um tumor de grandes dimensões que o sufocava lentamente.
"Aparentemente, o stress fisiológico da cirurgia foi demais para a sua anatomia já comprometida. A nossa esperança em salvar-lhe a vida não se concretizou", afirmou Robert Marx, chefe do serviço de cirurgia maxilo-facial do Sistema de Saúde da Universidade de Miami, na Florida
"A família optou por doar o seu corpo para investigação médica, na esperança de que se aprenda mais sobre doenças raras e que isso ajude outras pessoas em todo o mundo", diz ainda o cirurgião.
Massa tumoral cresceu em poucos meses
O tumor de quase cinco quilogramas afetava gravemente a estrutura óssea da mandíbula e o nariz do jovem cubano que nasceu com uma displasia fibrosa poliostótica, uma doença rara que substitui o tecido ósseo por fibroses.
Um grupo de cirurgiões programou a cirurgia para 12 de janeiro. Os médicos do Hospital Jackson Memorial e da Universidade de Miami, nos Estados Unidos, retiraram o tumor facial benigno de 4,53 kg que cresceu em poucos meses.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.