Diagnóstico à gestão do Zénu no Fundo Soberano, significa criar condições para a sua exoneração



José Filomeno dos Santos pode ser demitido do Cargo do Presidente do Conselho de Administração do Fundo Soberano ainda neste trimestre. Esta indicação foi dada (subliminarmente)  pelo Minitro das Finanças Archer Mangueira na última conferencia de imprensa da equipe economica do Governo.
“O Executivo angolano vai aprovar, ao longo do primeiro semestre de 2018, uma nova estratégia para o Fundo Soberano de Angola, e os resultados do diagnóstico em curso vão permitir esclarecer as questões levantadas em relação à gestão do Fundo”.  
O titular das Finanças assegurou que com o trabalho que se vai realizar surgirão explicações em relação a questões que se colocam à gestão e os resultados financeiros do Fundo Soberano de Angola.
O Fundo Soberano de Angola foi criado em 2012, com uma dotação inicial de cinco biliões de dólares norte-americanos.
Em finais de 2017, foram postas a circular, na imprensa estrangeira, denúncias sobre eventuais irregularidades na gestão do Fundo Soberano de Angola, por via de documentos revelados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.