Corta cabeça é condenado a 30 anos de prisão

O cidadão Severiano Tchivinda, conhecido por "Corta Cabeça", foi condenado a pena de 30 anos de prisão efectiva, por matar mais de cinco pessoas, e decapitar duas das vítimas.


O Tribunal do Kuando Kuabango condenou a 30 anos de prisão efectiva, o réu conhecido por "Corta Cabeça", por matar sete pessoas, duas das quais cortou-lhes a cabeça, por alegadamente proliferarem a prática de prostituição na zona onde residia.
De acordo a sentença, sabe o Angola-Online que, "Corta Cabeça" terá de indemnizar as vítimas com 200 mil kwanzas, compensar cada família com um milhão de kwanzas.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.