NOTA DE REPÚDIO À “CANTORA” GELMINA CAMPOS

Foi com profunda insatisfação que tomamos conhecimento do recente pronunciamento da nossa irmã Genilma Campos, no programa “Sala de Estar “da Palanca TV onde fala sem vergonha e com orgulho, que ” os angolanos estão atrasados ” e que ela merecia viver num outro país. 



Foi com profunda insatisfação que tomamos conhecimento do recente pronunciamento da nossa irmã Gelmina Campos, no programa “Sala de Estar “da Palanca TV onde fala sem vergonha e com orgulho, que ” os angolanos estão atrasados ” e que ela merecia viver num outro país.
A nossa figura que se tornou publicada fala que vai continuar a publicar fotos íntimas, porque isso é normal nós é que somos atrasados…
Minha irmã foste infeliz no teu pronunciamento ao chamares os angolanos de atrasados, assim mesmo estais a incluir de Cabinda ao Cunene ou os indivíduos que apoiam as tuas malabarices?
Aos nos chamares de atrasados estais também a falar dos nossos antigos combates, que com catana e machado expulsaram o colonialista português ou o papoite que te pagou o hotel e vimos o pé dele na foto?
Ao chamares os angolanos de atrasados estais a falar do enfermeiro que faz 24 de banco sem salário, ou daquele grupinho de apresentadores que aplaudem as tuas maluquices sem respeito pelo público?
Carrissima sinto que estais doente, precisas de ajuda, o público que morre de alegria ao ver as tuas partes intima é o mesmo que te quer ver na “merda”, a fama, a exposição é tudo faca de dois gumes.
Podemos juntar dinheiro para fazer vaquinha e te internar naquele kota do Cubal, é só arranjar galinhas, cabrito e um garrafão de vinho vais melhorar, aceita o conselho você está doente…
Quando dizes que merecias viver num outros país é o mesmo que dizer a minha mãe não devia me nascer aqui, isto é ser ingrata, mas ainda podes fugir desse povo que chamas de atrasados.
Como sugestão podes ir para Nigéria, Somália, Coreia do Norte, Sudão do Sul ou Quênia, lá podes ser feliz…
Aos órgãos de Comunicação Social que estimulam esse tipo de comportamento, bastando apenas mostrar a cueca, para ser convidada em qualquer programa, saibam que esse tipo de jornalismo não serve a Nação, nem tão pouco o interesse público.
As audiências dos programas não devem ser suportados com calúnia, injúrias, baboseiras, conversas de bar e exposição gratuita de pessoas que atentam contra o valor das mulheres batalhadoras, que não se vendem por um iPhone.
Amiga Gelmina Campos, ainda vais há tempo de mudar o percurso do caminho que pretendes seguir, pense no futuro, mostrar partes intima de forma grátis não é sinônimo de estabilidade social e emocional, é doença grave e tem cura.
Era bom que não voltes a atacar os angolanos, porque podes ressuscitar a rainha NZinga Mbande e levares umas boas bofetadas do Rei Mandum


Vamos ganhar o dia
Não vale ficar parado
A vida é agora…

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.