Crianças com deficiência são transformadas em super-heróis por estudantes de Minas Gerais

  Projeto social de universitários de Itajubá buscou trabalhar a autoestima dos fotografados

Alunos da Escola Estadual de Educação Especial Novo Tempo, em Itajubá, Minas Gerais Foto: Happyxel/ Divulgação

A Universidade Federal de Itajubá (Unifei), em Minas Gerais, desafia seus estudantes a criar projetos sociais para o evento de empreendorismo 'Bota pra fazer Unifei'. Neste ano, a iniciativa da equipe Happyxel está se destacando ao fotografar crianças com deficiência e as colocarem no papel de super-heróis do cinema. 

Inspirados pelo fotógrafo norte-americano Josh Rossi, universitários - dos cursos de engenharias mecânica aeronáutica, mecânica, controle e automação, produção; química e ciência da computação - fotografaram crianças que têm deficiência intelectual e, com a edição de fotos, elas foram transformadas em personagens de filmes e histórias e quadrinhos. 
"Nosso objetivo foi fazer as crianças se sentirem super-heróis por um dia. O projeto tinha que ter impacto na autoestima delas", afirmou Leonardo Santos ao Estadão.  
O universitário de 22 anos ficou com a responsabilidade de editar as fotografias e mudar o cenário, mas essa não foi a tarefa mais difícil. "O nosso maior desafio foi manter as crianças focadas durante o ensaio fotográfico, porque após alguns minutos elas já queriam conversar e brincar."  

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.