Aos 50, Claudia Raia cita treino pesado para se manter magra e diz: ‘Tenho um primo Rei Momo’


Claudia Raia está produzindo a peça “Fala sério, gente”, em São Paulo, e faz questão de mostrar que se multiplica para dar conta de tantas atividades: atuar, dançar, produzir, se exercitar... Em entrevista, a multiartista, de 50 anos, contou que um dos compromissos mais antigos, entre dezenas de tarefas, é com os exercícios.

“Eu me cuido desde sempre. Eu fui bailarina a vida inteira. Meu treino é muito forte e pesado em termos de articulação, de musculatura. Sempre tive que ser magra. Sempre fui magra. Eu era uma adolescente que se virasse de lado, iam achar que eu tinha ido embora. Minha genética ajudou, mas também tenho genética de uma família obesa. Eu tenho um primo Rei Momo, amor. Em Campinas. Eles são obesos mórbidos”, contou a artista, em entrevista ao canal “Vendi meu sofá”, de Gabriela Pugliesi.
Claudia Raia, mãe de Sofia Raia, de 14 anos, e de Enzo Celulari, de 20, diz que foi na idade da caçula que começou a investir nos exercícios.
“Eu fui uma das primeiras pessoas a fazer musculação (quando treinava dança). Porque na época não podia fazer. Mas eu sabia que tinha que fortalecer para aguentar aquele trampo. Isso tudo é resultado de uma vida toda. E você é o que você come, né? Eu tenho cabeça de gorda. Eu penso que tenho que comer muito, igual a um caminhoneiro. Aos 50 anos, eu como 50% menos do que eu comia”, constata.

A atriz, que tem uma equipe de funcionários como cozinheira e nutricionista, afirma que durante uma consulta ouviu uma frase inusitada sobre sua dieta:
“Minha nutricionista falou: ‘Amor, você é doente, compulsiva por comida’ (...) Quando eu quero extravasar, eu como uma feijoada ou uma coisa punk que eu gosto”, disse Claudia a Gabriela, acrescentando que parte de seu staff passou por um curso para aprender a cozinhar pratos que coubessem na sua dieta: “Minhas empregadas são maravilhosas: Cátia e Sara. Elas fizeram um curso para fazer coisas fitness, lowcarb. Ela (uma chef) fez um treinamento com as minhas empregadas (..) Estou sem comer carne vermelha que eu amo. Porque eu fiz uma promessa pra a minha mãezinha que tem 94 anos que quase foi mas não foi. Hoje como tudo pouco”.


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.