Perry critica Pitbull por desistência no UFC Pittsburgh: "Usou o furacão de desculpa"

Perry critica Pitbull por desistência no UFC Pittsburgh: "Usou o furacão de desculpa"

Americano, que também treina e mora na Flórida, provoca brasileiro da ATT: "Se vier lutar, vai vir dopado, cheio de esteroides, e ainda assim, vou ganhar dele"



Em alta entre os meio-médios do Ultimate, Mike Perry mostrou que além dos golpes, sua língua também anda afiada. No fim de semana passado, no UFC Pittsburgh, ele enfrentaria Thiago Pitbull, mas a luta foi cancelada após desistência do brasileiro. O americano não poupou críticas ao atleta da American Top Team (ATT).
- Olha, era uma oportunidade dele fazer um bom dinheiro em uma noite. Ele viria aqui, ganharia de mim e levaria a grana. Porque se eu ganhasse, eu que levaria o dinheiro. Ele ganharia mais dinheiro que eu pela vitória, isso que quero dizer. Então se estivesse confortável para lutar e ganhar dinheiro, e não receber só para aparições, ele poderia levar a grana e tirar a família do estado, aí não iam ter que passar a noite na academia, o cachorro dele não teria morrido - declarou ao podcast "Five Rounds".
Perry, que também mora e treina na Flórida, ainda não havia se pronunciado após a desistência de Pitbull. Para ele, o brasileiro usou o furacão Irma como desculpa para não lutar em Pittsburgh, e usou outro membro da ATT como exemplo.
- Eu fiz os ajustes, eu saí da Flórida, tenho vários amigos e familiares de lá que vieram para cá com tranquilidade. Até a American Top Team, que é a equipe dele, veio. O Hector Lombard treina na academia dele e estava aqui. Todos viemos da Flórida. Ele usou o furacão de desculpa. Estava derrotado mentalmente porque sabia que eu ia acabar com ele.
Após vencer o substituto Alex Reyes em um rápido nocaute no primeiro round, ele não descartou realizar a luta desmarcada em cima da hora. Depois do combate de Perry, Pitbull usou o Twitter para provocar o americano.



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.