City vence o Shakhtar e tem melhor arranque de sua história na fase de grupos


        Ingleses lideram o Grupo F com seis pontos em duas rodadas após gols de De Bruyne e Sterling. Agüero                                      perde pênalti, e Gabriel Jesus é substituído no início do segundo tempo

O JOGO
Para quem ainda está construindo a sua história na Liga dos Campeões, natural que as marcas sejam naturalmente superadas. É o caso do Manchester City, que chegou às duas vitórias em duas rodadas no Grupo F ao bater o Shakhtar Donetsk, por 2 a 0, nesta terça-feira, na Inglaterra, gols de De Bruyne e Sterling. Este é o melhor início do clube no torneio - em sua sétima participação.

90 MINUTOS
O Shakhtar pode se orgulhar do primeiro tempo que fez em Manchester. Mesmo tendo a saída de bola pressionada, conseguiu ter paciência para criar chances de perigo. Fernandinho agiu muito bem para salvar gol de Fred, aos 11 minutos, enquanto Taison colocou Ederson para trabalhar - Ordets também desperdiçou uma cabeçada quase na pequena área. O City, que assustava com Sané e De Bruyne, só veio marcar no segundo tempo. Aos três, num chutaço do belga de fora da área (foto), e aos 45, com os ucranianos já sem força. Bernardo Silva foi lançado e teve tempo para encontrar Sterling no meio.

RECORDE ADIADO
Kun Agüero terá de esperar mais um pouco para se tornar o maior artilheiro da história do Manchester City. Desde 2011 no clube, argentino está com 176 gols, um a menos que o inglês Eric Brook (1927-1940). A melhor oportunidade nesta terça veio através de um pênalti sofrido por Sané. O camisa 10 bateu mal, à meia-altura, e viu Pyatov fazer a defesa.

Gabriel Jesus fazia boa partida quando Guardiola optou por substituí-lo, aos oito minutos do segundo tempo. A reação do brasileiro foi baixar a cabeça ao deixar o gramado lentamente. Na área técnica, Guardiola tentou animá-lo. Sterling, que entrou em seu lugar, acabou marcando o segundo gol, já no finzinho.


LEGIÃO BRASUCA
Nove brasileiros estiveram envolvidos no jogo, sendo oito titulares: Ederson, Fernandinho e Gabriel Jesus, pelo lado do City, e Ismaily, Fred, Marlos, Taison e Bernard, pelo Shakhtar. Dentinho ainda entrou no segundo tempo no time ucraniano, no lugar de Marlos. Destes, Ederson, Fernandinho, Jesus e Fred foram convocados por Tite para os próximos jogos da Seleção pelas eliminatórias (Bolívia e Chile).

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.